fbpx

Sign in

fechar
Create an Account

Carrinho de Compras

fechar

ENVIO IMEDIATO ATÉ 48 HORAS | ENVIO GRÁTIS EM COMPRAS SUPERIORES A 45 €

Conselhos de Saúde

Higiene íntima e a saúde da mulher
Conselhos de Saúde

Higiene íntima : a importância para a saúde feminina

HIGIENE ÍNTIMA

A importância da higiene íntima para a saúde feminina

A higiene íntima diária é essencial por diversas razões: para limpar resíduos celulares, microbianos e secreções de glândulas genitais, assegurar conforto diário, para higienizar após a atividade sexual e pode ainda ajudar em casos de pele seca e comichão1,2,3,4.

A morfologia e fisiologia da vulva mudam ao longo da vida:

  • Na infância, as infeções genitais e/ou sintomas de comichão e pele irritada são comuns nas meninas pois estas ainda não têm uma flora vaginal protetora, têm poucas glândulas na área genital, não têm pelos e ainda não sabem limpar-se bem sozinhas9.
  • Na puberdade e idade adulta, a zona vulvovaginal varia com o ciclo menstrual. Durante a menstruação há alterações de pH e flora devido às alterações hormonais, o que pode desencadear desconfortos íntimos como irritação, comichão ou infeções9.
  • Na menopausa, há uma queda da produção de hormonas, o que altera o pH e a flora. Estas alterações podem causar pele seca e infeções9.

A pele na zona vulvar difere de outras zonas do corpo devido às suas características específicas de pH, flora microbiona e hidratação1,2.

Estas 3 componentes precisam de estar em equilíbrio para exercerem as suas funções protetoras, inibindo o crescimento de bactérias ou outros microrganismos através do pH e dos Lactobacilos presentes na flora (que nos protegem contra infeções urogenitais), assim como para manter a integridade e elasticidade da pele 1,2,3,4.

Alguns fatores que desregulam o pH, a flora vulvar e a hidratação são:

  • Fatores internos (humidade, suor, secreções vaginais, urina, contaminação fecal, idade, stress, fatores hormonais, menstruação, menopausa, gravidez) 1,5,6,7,8
  • Fatores externos (alguns medicamentos, como os antibióticos, atividade sexual, más práticas de higiene íntima como duches vaginais, uso de produtos inadequados, lavagem excessiva). 1,5,6,7,8

Quando existe um desequilíbrio destes três componentes (pH, flora vulvar e hidratação) podem ocorrer vários distúrbios íntimos, tais como9:

  • Comichão e pele irritada9.
  • Infeções vulvovaginais, caracterizadas por comichão, pele irritada, corrimento esbranquiçado e com mau odor9.
  • Pele seca6.

Nestes casos, uma solução de lavagem com ingredientes calmantes e suavizantes (e ingredientes emolientes e hidratantes no caso da pele seca) pode ajudar pois respeita o pH, a flora e a hidratação natural da zona íntima9. Um creme hidrante calmante pode também ajudar e deverá ser gel ou creme de base aquosa e compatível com a mucosa vulvar9.

Deste modo, é importante usar produtos de higiene adequados para a zona íntima, não só por questões de limpeza e conforto diário, mas também para evitar situações de distúrbios íntimos9.

 

Afinal que cuidados íntimos se devem ter e como escolher um produto adequado para a higiene íntima?

  • Ter uma boa higiene íntima (ex: lavar 1 a 2x/dia, não realizar duches vaginais e enxaguar bem depois da higiene íntima; se necessário, aplicar um cuidado calmante; evitar produtos antissépticos para não destruir os Lactobacilos da flora) 7,8.
  • Dar preferência a uma solução de lavagem sem sabão com agentes hidratantes que respeitem a película hidro-lipídica protetora, como a marca Saforelle 7,8.
  • Dar preferência a produtos que contenham ingredientes com propriedades suavizantes e calmantes, como a bardana, principal ingrediente dos produtos da gama Saforelle10,11.
  • Escolher produtos de higiene íntima que respeitem o pH vulvar e a flora microbiana 7,8.

 

Conheça mais sobre Saforelle, especialista em cuidado íntimo há 30 anos e marca n.º 1 recomendada por ginecologistas em Portugal* em www.saforelle.pt.

 

Referências Bibliográficas: 

  1. Eder et al. Role of female íntimate hygiene in vulvovaginal health: Global hygiene practices and product usage. Women’s Health. 2017, Vol. 13(3) 58– 67
  2. Cuidados íntimos (pele vulvar) para crianças. Departamento de Dermatologia do Royal Children’s Hospital. 2018. https://www.rch.org.au/kidsinfo/fact_sheets/Vulval_skin_care_for_girls/
  3. HIGIENE ÍNTIMA DA CRIANÇA. Dermoteca. 2020. https://www.dermoteca.com/pt/higiene-íntima-da-crianca_221.html?idb=23
  4. JEAN-MARC BOHBOT. Conselhos de Especialistas – que pH usar? 2021.
  5. Vaginal Dryness: Causes and Moisturizing Treatments. WebMD.2019.2019.2019.
  6. JEAN-MARC BOHBOT. Menopausa e Higiene Íntima. 2021
  7. JEAN-MARC BOHBOT. Como manter uma boa higiene íntima. 2021.
  8. JEAN-MARC BOHBOT. Escolher o seu produto de higiene íntima. 2021.
  9. Sociedade Portuguesa de Ginecologia. Revisão dos Consensos em Infecções Vulvovaginais. JAS FARMA; 2012:52.
  10. Ginalska et al. Anti-Acne Action of Peptides Isolated from Burdock Root—Preliminary Studies and Pilot Testing. Molecules 2020, 25, 2027; doi:10.3390/molecules25092027
  11. Zhang et al. Arctigenin protects mice from thioglycollate-induced acute peritonitis. Pharmacol Res Perspect. 2020;e00660. https://doi.org/10.1002/prp2.66

 

*Dados XTrend, Canal Farmácia, IQVIA Portugal. Ano 2020, Unidades e Valor (Eur Street Price)

Scroll To Top Barra lateral
Ganhe 5€

JUNTE-SE A NÓS!

Na Farmácia Arade acreditamos em dar o melhor às pessoas: conselhos seguros, palavras amigas e dicas para uma vida mais jovem e saudável.

Receba em primeira mãos os nossos conselhos, novidades e campanhas promocionais .

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no nosso site. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.