A pele na menopausa
Conselhos de Saúde

A pele na menopausa

A pele na menopausa

A pele na menopausa fica mais flácida: o que acontece ao colagénio?

A pele na menopausa sofre alterações como a perda de colagénio. Descubra que modificações podem surgir e como lidar com elas.

É natural que, ao longo dos anos, o seu rosto se vá modificando e que os sinais da idade vão ficando mais evidentes. O facto de se conhecer cada vez melhor faz com que também saiba tirar mais partido dos traços de que mais gosta e que quer evidenciar, sentindo-se cada vez mais bonita e confiante. Ainda assim, e por muito que o passar do tempo se traduza em inúmeros aspetos positivos, é certo que com a menopausa a pele tende a ficar mais flácida. Mas porque é que isso acontece?

 

O que acontece ao colagénio da pele na menopausa?

Durante a menopausa, o colagénio diminui em cerca de 30% nos primeiros 5 anos e decresce 2% nos seguintes 20 anos. É por isso que logo no início se sente uma queda abrupta e, com ela, as consequências visíveis na pele. De facto, com a perda de colagénio, a pele perde também a sua firmeza, acentuando cada vez mais as rugas e os poros dilatados.
A razão principal para a flacidez na pele durante a menopausa está geralmente relacionada com a perda abrupta de colagénio que, consequentemente, provoca também outras mudanças.

 

Que outras modificações ocorrem à pele na menopausa?

A par da perda de colagénio, existem outras alterações com impacto na pele, que acabam por ser impulsionadas por esta. São exemplos a degradação progressiva do ácido hialurónico na derme, tornando-a mais seca e áspera, devido também à perda de elasticidade, menor capacidade em manter a hidratação e, eventualmente, alguma perda de firmeza.
Estas mudanças físicas estão associadas a um envelhecimento global das três camadas da pele (epiderme, derme e hipoderme), sendo perfeitamente normal que também note uma menor densidade, já que existe uma redução massiva da espessura do seu tecido, tornando difícil, em última análise, que mantenha as suas propriedades mecânicas e de barreira protetora.

 

Como lidar com este processo?

É importante lembrar, como referimos no início, que esta é uma fase natural, bem como as alterações que dela advêm. Todavia, cada pessoa lida com a menopausa de forma diferente e, se alguma das mudanças que acarreta a deixarem menos confiante, saiba que existem várias opções! Para além das intervenções cirúrgicas e/ou tratamentos não invasivos, há várias outras soluções mais suaves que a poderão ajudar num primeiro momento, como mecanismos de prevenção para desacelerar estas mudanças.

 

Tome nota:

  • Se for o seu caso, deixe de fumar e reduza a ingestão de álcool;
  • Opte por uma rotina de cuidados de pele específica para pré e pós-menopausa;
  • Inclua sempre no seu dia a dia protetor solar com um FPS elevado e resistente à água;
  • Adote uma dieta saudável e equilibrada;
  • Pratique exercício físico regularmente, mesmo que seja com uma caminhada. O importante é ser regular.

 

Como deve cuidar da pele durante a menopausa?

Para as suas novas rotinas, deve optar por cuidados que sejam ricos em DHEA, uma hormona que o corpo vai deixando de produzir, que vai ajudar a pele como que a “desligar” o botão do envelhecimento precoce. Procure também ativos que sejam nutritivos e que ajudem a pele a não se tornar mais fina e seca durante esta fase.

O Pro-xylane, obtido da xilose natural, reforça a coesão entre as moléculas e a epiderme de forma a que, juntas, consigam garantir a firmeza da pele e a reduzir as rugas. Procure também por produtos com ingredientes que estimulem a produção de lípidos, que neutralizam o decréscimo na produção de sebo, como o Hedione. Além disso, e como em todas as fases da vida, a pele seca beneficia da utilização de cuidados com ingredientes ativos hidratantes como o Ácido Hialurónico e a Glicerina, para manter a secura, irritação e comichão bem longe da sua pele.

 

A gama Neovadiol da Vichy tem os melhores cremes de rosto para a pele na menopausa :

  • NEOVADIOL MAGISTRAL: Para todas as mulheres após a menopausa que estão a lutar contra os efeitos da pós-menopausa na pele: Perda de densidade, flacidez dos traços do rosto, ressequimento da pele.
  • NEOVADIOL NOITE: Devolva a juventude à sua pele, recuperando a sua densidade, restruturando os seus volumes, restaurando o seu brilho e obtendo um efeito anti-calor desde a aplicação. Para mulheres que desejam lutar contra os impactos cutâneos da menopausa e as perturbações noturnas associadas à pele: perda de densidade, de volume, de frescura e de brilho e sensações de calor.
  • NEOVADIOL SERUM: Para utilizar antes do creme .  Reativa a sua pele jovem para uma densidade recuperada de volumes reestruturados, um brilho restaurado. Para as mulheres que pretendem lutar contra o impacto da menopausa na pele: perda de densidade, volume, frescura e brilho.
  • NEOVADIOL CREME OLHOS E LÁBIOS: Para mulheres na menopausa que procuram combater os efeitos do abrandamento hormonal sobre o contorno do olhos e dos lábios: perda de densidade e relaxamento.
  • NEOVADIOL ROSE PLATINUM : Depois dos 60, a pele torna-se mais fina, mais transparente e menos rosada. Resultado: a pele perde a sua vitalidade e luminosidade. Com Neovadiol Rose Platinium a pele é fortificada e recupera a sua vitalidade com um tom rosado e aspeto saudável.
  • NEOVADIOL PHYTOSCULPT PESCOÇO : Na Menopausa, a pele perde densidade e o pescoço e os contornos do rosto são das áreas mais afetadas. Como resultado, aparecem as rugas no pescoço, decote e perda de definição dos contornos do rosto.

 

Quer ter acesso a mais artigos de saúde ?👇
Veja o nosso Blog : Conselhos de saúde

 

Veja aqui as nossas promoções👇
Loja Online